A Discefa planeia o aumento dos seus rendimentos aproveitando a crescente procura de polvo nos Estados Unidos.

Back to Posts

Share this post

A firma planeia o aumento das suas vendas para 72 milhões de euros em 2017, face aos 62 milhões de euros em 2016.

A escassez de polvo em Marrocos, reconhecido como apresentando uma das melhores qualidades do mundo, reduziu os lucros dos produtores europeus de polvo congelado, que não podem transferir o aumento do preço da matéria-prima para os clientes finais.

A Discefa compensará margens ligeiramente inferiores com mais vendas, de acordo com a Peralta, que indicou que a Discefa vende polvo de alta qualidade, “o melhor polvo do mundo”.

A Peralta acrescentou que a firma aumentou a sua força de vendas nos últimos meses e que a forte procura dos Estados Unidos e da Europa Central, incluindo a Alemanha, Suíça, Hungria e Eslovénia, entre outros países, aumentou as suas vendas.

Prevê-se que as vendas para os E.U.A. aumentem para 12 milhões de dólares em 2017, face aos 7 milhões de dólares do ano passado.

A firma também planeia o aumento das suas vendas no sul da Europa.

A participação na feira italiana está em consonância com este objetivo.

A firma comprou 5 a 6 mil toneladas de produto de Marrocos em 2016, cerca de 2.000t do México e 200t do Chile. A empresa planeia o aumento do volume de compras em todos os pontos de origem.

Back to Posts